16 de abr de 2013

Uma lembrança para sempre..

                                                         Amiga, leve Brasília com você...
                                                         E leve a nossa amizade no coração.

                         

                          

11 de abr de 2013

Homenagem a nossa mãe.


Mãe querida, agora que você se foi,
estamos vendo a sua presença
em tudo que deixou.
Suas plantas estão lindas,  lindas como você sempre quis.
 Mãe, nós acreditamos que é um reflexo de você...
Nós acreditamos,  que você esta coberta de Luz e Paz.
Por isso, nós  nos apegamos nestas linda plantas
que acabam de florescer.
 
Mãe, que saudade
 


Dos nossos passeios, das conversas que sempre tivemos.
Do nosso dia a dia (embora eu sempre estivesse longe), você estava ali próxima, da sua sabedoria, da sua graça, da sua comida saborosa, das sobremesas deliciosa que você fazia, de sua maneira simples de contar as coisas, da sua presença maravilhosa, da sua disposição da sua alegria do seu entusiamo com tudo na vida.
Ah! mãe, quanta falta eu sinto.
Principalmente do seu apoio, do seu ombro sempre amigo para me encostar. Sempre disposta a me ouvir.
Seus carinhos, guardo-os na memória.
Sinto sua presença em qualquer objeto que pego, tudo me faz lembrar você...
Meu coração chora, sinto-o apertado. Meu consolo é saber que você esta junto ao Pai.
Recebi esse poema de Carlos Drummond de Andrade que diz, que mãe nao deveria morrer, mãe deveria ser para sempre.
      


Para Sempre



Por que Deus permite que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite, é tempo sem hora, luz que não apaga quando sopra o vento e chuva desaba, veludo escondido, na pele enrugada, água pura, ar puro, puro pensamento.
Morrer acontece com o que é breve e passa sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça, é eternidade.
Por que Deus se lembra - mistério profundo - de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo, baixava uma lei: Mãe não morre nunca, mãe ficará sempre junto de seu filho e ele, velho embora, será pequenino feito grão de milho.

Carlos Drummond de Andrade

 
                           (homenagem de todos aqueles que te amam muito.)