28 de set de 2010

Promessas matrimoniais de Mario Quintana

Domingo passado (26/10),  participamos  como "Equipistas" do nosso 1º encontro oficial da Equipe 3 do setor E das Equipes de Nossa Senhora (ENS). O  encontro foi pela manhã na casa de um dos casais. Esse encontro foi muito gratificante; adorei a parte em que o casal animador fez com que  os casais ficassem de frente um para o outro de mãos dadas e de olho no olho e refletissem  naquele momento as "Promessas Matrimoniais" de Mario Quintana. Conforme publicado por ele, segue abaixo as Promessas.

Promessas matrimoniais

Em maio de 98, escrevi um texto em que afirmava que achava bonito o ritual do casamento na igreja, com seus vestidos brancos e tapetes vermelhos, mas que a única coisa que me desagradava era o sermão do padre: "Promete ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, amando-lhe e respeitando-lhe até que a morte os separe?"
                                      Acho simplista e um pouco fora da realidade.
                                      Dou aqui novas sugestões de sermões:

- Promete não deixar a paixão fazer de você uma pessoa controladora, e sim respeitar a individualidade do seu amado,
  lembrando sempre que ele não pertence a você e que está ao seu lado por livre e espontânea vontade?
- Promete saber ser amiga(o) e ser amante, sabendo exatamente quando devem entrar em cena uma e outra, sem que isso lhe
  transforme numa pessoa de dupla identidade ou numa pessoa menos romântica?
- Promete fazer da passagem dos anos uma via de amadurecimento e não uma via de cobranças por sonhos idealizados que
  não chegaram a se concretizar?
- Promete sentir prazer de estar com a pessoa que você escolheu e ser feliz ao lado dela pelo simples fato de ela ser a
  pessoa que melhor conhece você e portanto a mais bem preparada para lhe ajudar, assim como você a ela?
- Promete se deixar conhecer?
- Promete que seguirá sendo uma pessoa gentil, carinhosa e educada, que não usará a rotina como desculpa para sua falta 
  de humor?
- Promete que fará sexo sem pudores, que fará filhos por amor e por vontade, e não porque é o que esperam de você, e que os educará para serem independentes e bem informados sobre a realidade que os aguarda?
- Promete que não falará mal da pessoa com quem casou só para arrancar risadas dos outros?
- Promete que a palavra liberdade seguirá tendo a mesma importância que sempre teve na sua vida, que você saberá 
  responsabilizar-se por si mesmo sem ficar escravizado pelo outro e que saberá lidar com sua própria solidão, que  
  casamento algum elimina?
- Promete que será tão você mesmo quanto era minutos antes de entrar na igreja?
  Sendo assim, declaro-os muito mais que marido e mulher:
  declaro-os maduros.


Autor: Mário Quintana

1 ano de blog.

Meu blog esta completando um aninho.
Durante esse tempo adorei alimentá-lo.
Confesso que ele foi um grande parceiro durante esse ano.
Aqui eu pude me expor, expor meus trabalhos, minhas artes, minhas alegrias e muito mais... Não sei como seria sem ele...

Parabéns meu amigo e companheiro do dia-a-dia.

obs.: Aproveito para agradecer a minha amiga Renata que foi a grande incentivadora na construção do mesmo.

Claudete esta chocando cinco ovinhos...

Minha cocá esta uma graça chocando cinco ovinhos.
 É muito lindo ver o espríto materno dos animais.
 Até o Mario (nome da cocá macho) esta envolvido com esse ninho,
enquanto a Claudete choca ele viagia o pedaço.
 Não é uma graça?

24 de set de 2010

Arte - Modernize suas peças com técnicas que virou mania!

Quem gosta de artes esta sempre procurando novidades!

Scrap-Décor - em MDF - utilizando papés para scrapbook (coleções e estampas variadas): com poás; liso; listado; floral glíter e outros). Já publicado anteriormente, clique aqui .



Patch-Décor em MDF - utilizando retalhos de tecido de algodão (retalhos de algodão variados).
 Já publicado anteriormente, clique aqui.


Arte Francesa - Criadas com sobreposição de gravuras de papel que consistem em transformar a imagem plana em outra com relevo e profundidade.

Esta imagem foi tirada do site:
                        
   Esta técnica eu ainda não fiz. Será o meu próximo desafio.
   Por hora deixo aqui um site que mostra muito bem como ela é feita: 
   http://www.tracosecores.com.br/produtos.php?categoria=3

16 de set de 2010

Restaurando peças...

 
Porta jóias flor vermelha.
Refiz o craquelê desta caixinha. 
Apliquei uma cor branca com dourado. 
Ficou muito mais delicada e com cara de nova.

Orquídea - 16/09

10 de set de 2010

Ser chique é...


      As vezes as pessoas me dizem: -  vc é chique!,
     Recebi esse e-mail e resolvi publicá-lo.    Ser chique é...

" Chique é honrar a sua palavra. É ser grato a quem lhe ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.

Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, mas ficar feliz ao ser prestigiado. Mas para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre do quanto que a vida é
breve e de que vamos todos para o mesmo lugar.

Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se cruzar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem. Porque, no final das contas, chique mesmo é ser feliz! "

O que é Chemise???


Chemise, em inglês, significa algo tipo camisola, ou aquela "roupa de baixo", tipo uma túnica, de tecido confortável, para manter seu suor e óleos corporais longe da sua roupa exterior (aquela que todo mundo vê). Porém, nós viemos falar da Chemise, em francês, que quer dizer camisa!
No Brasil o termo é utilizado para denominar os shirtdress, ou, vestidos-camisa. E é um primo muito próximo do wrap dress, outro clássico.
O shirtdress atende a todos os estilos (românticas, clássicas, modernas, hippies) e o melhor: emagrece, porque sua linha de botões divide a silhueta, também alongando-a. Mas quem está acima do peso deve estar atenta às estampas, optando pelas mais discretas. Os modelos de mangas compridas simples também são ótimos para disfarçar braços mais grossos. E usar com um colete é uma ótima escolha para balancear as áreas menos e mais volumosas do seu corpo.

Saiba mais acessando o blog: http://look-do-dia.blogspot.com/2010/04/dicas-para-usar-chemise.html

9 de set de 2010

Para quem gosta de lenços...

Acerte nas amarrações de lenços e echarpes


Lenços e echarpes voltaram à moda com força total. Escolha o modelo que você mais gosta e transforme o seu guarda-roupa básico em looks modernos

O modelo quadrado com esta amarração é a opção mais fashion deste inverno. Por criar volume no busto, é indicada para mulheres de seios médios ou pequenos. As estampas étnicas estão em alta.



  














  As echarpes de tecidos leves, como musselina e chiffon, não criam volume no pescoço. Arrume o nó de lado para que não pareça uma gravata. Bolinhas em preto-e-branco dão vida às camisetas lisas.

O laço é a versão mais romântica. Feito de tecidos nobres, como seda e cetim, ele encara até festas informais e baladas. Fica mais chique sobre blusas, camisas e vestidos de decote fechado.

LENÇO DE LADO



LENÇO MARINHEIRO





8 de set de 2010

Máscara de Veneza

    Minha amiga Célia foi a Veneza e trouxe pra mim uma linda máscara de porcelana.
    Uma  linda peça decorativa. Adorei!
    Ganhei também um lenço de Paris, muito chic. (veja postagem "Para quem gosta de lenços..." no meu 
    blog).

    Saiba mais sobre a História das Máscaras Venezianas


As máscaras são tão antigas quanto a população humana. Tem-se conhecimento que a primeira máscara remonta por volta de 30.000 A.C.
Funções mágicas: podem ser místicas, de cultos, crenças, raças e rituais. A máscara tem o misticismo de dar vazão a alegria, tristeza, revelar ou ocultar sentimentos. No Antigo Egito, eram colocadas nos rostos dos mortos para “ajudá-los na arriscada passagem à vida eterna”. Gregos e Romanos exibiam máscaras em cerimônias religiosas e na China eram usadas para afastar maus espíritos.
Os indígenas as usavam para incorporar entidades que curam, em cerimônias de casamento e danças de guerra. Na Itália ganharam conotações na “Commedia dell Arte” em personagem como Pierrot, Colombina, Pulcinella e Arlequim. O movimento inspirou o Carnaval de Veneza.
Em Veneza por volta do século XV, acontecia o primeiro “Ball Masquê”, que devido às divergências políticas, o uso da máscara era necessário para a sociedade, que na época estava em constantes conflitos políticos. Dos grandes bailes, teatros e o Carnaval de Rua, as máscaras em Veneza passaram a ser também peças decorativas, sendo uma das principais atividades econômicas e o souvenir característico da região.